Camaçariense plus size alerta: autoestima, gordinha!

por

Pra ser bonita, dizem a maioria das revistas: tem que ser alta. Tem que ser magra. Tem que ter cabelo liso. Tem que ser branca. Mas e se você for gorda, tiver altura mediana, cabelo crespo e muita melanina na alma? O que você é? Maravilhosa, diva, deslumbrante! E é bem assim que se sente a modelo plus size Karine Dias, de 29 anos, pois sabe que toda mulher é linda, exatamente do jeito que é!

Mãe da pequena Bella, de três anos, Karine sofre preconceito desde pequena. Na escola, era motivo de chacota. “Como, além de gorda, eu também era dentuça, me chamavam de Mônica, em alusão à personagem famosa de Maurício de Souza”, explica. Mas isso nunca a abalou. Foi na fase adulta, porém, que tentou, de todas as maneiras, se enquadrar no tal “padrão de beleza”. Fez aquelas famosas dietas da internet e se matriculou em todo tipo de atividade física na busca pelo corpo sarado. “Eu via meu esposo admirar essas mulheres e ficava muito triste, sabe?! Eu sabia que nunca seria igual a elas”, revela.

Mas foi justamente em meio a essa tristeza que Karine redescobriu a sua beleza e recuperou sua autoestima. Não se permitiu mais sofrer ou se colocar para baixo por não ser magra como gostariam que ela fosse. Se inspirou nas mulheres que, como ela, passam longe de vestir 38, e começou a participar de concursos de beleza Plus Size. “Quando ganhei um concurso pela primeira vez, quase enlouqueci de alegria! E o melhor é que, a partir disso, novas portas se abriram, comecei a fazer fotos e exaltar a beleza das mulheres gordas. Hoje, recebo mensagens de mulheres dizendo que se inspiram em mim, e isso não tem preço”, revela, emocionada.

Para quem está acima do peso e não se sente bonita por conta disso, Karine manda um recado quase desaforado:

“O que tiver que fazer, faça por você. Cuide da sua saúde, não abra mão disso em nenhum momento. E não se esqueça: não existem padrões! Não existe isso de roupa pra gorda, pois gorda se veste do jeito que quiser, como se sentir bem. Portanto: ei, moça! Tome uma dose de amor próprio, seja feliz consigo mesma e quer saber? Dane-se o que os outros pensam e falam sobre você, se sua gordura os incomoda. Repita comigo: ser gorda é não ter vergonha de ser DIVA! Entendeu? Beijo da gorda pra vocês, suas lindas!”.

 

Esse texto foi escrito por Claudia Magnólia. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Magnólia! Mas não deixe de expressar a sua opinião 😉

E-mail: claudiamagnolia@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também