Camaçarienses dão dicas de como esticar o salário até o final do mês

Poupar um pouquinho a cada mês, pode fazer uma grande diferença no final do ano

por

O salário mal caiu na conta e você já está sofrendo com as dívidas do mês que acabou de começar? Esta é a realidade de muitas camaçarienses, que trabalham apenas para pagar as dividas retroativas, comprometendo boa parte da renda, ainda na primeira quinzena. A desculpa de começar a economizar no mês seguinte dá a sensação de que ainda estamos no controle da situação, mas postergar por mais um mês é muito mais cômodo do que assumir o compromisso proposto, e isso certamente se transformará em uma bola de neve.

Mas porque é tão difícil manter o salário até o final do mês?

Gastar mais do que recebe, comprar parcelado ou por impulso, são algumas das ciladas que podem comprometer o orçamento. E em tempos de crise, palavras como economizar, poupar, planejar, organizar, reduzir e pesquisar, devem se tornar hábitos diários para quem deseja manter um saldo positivo na conta.

Joelma-economia-mulher-moderna-camaçari-mulher-finanças
Joelma

Considerada pelas colegas de trabalho como a mais controlada com o orçamento do mês, a professora Joelma Santos, de 36 anos, tem o “planejamento” como palavra de ordem. “Poupar um pouquinho a cada mês, pode fazer uma grande diferença no final do ano”, afirma. Joelma ainda aponta que o primeiro passo deve ser determinar o planejamento financeiro como uma meta.

Ana- conomia-mulher-moderna-camaçari-mulher-finanças.
Ana

Quem compartilha da mesma opinião que Joelma é a funcionária pública Ana Barreto, de 47 anos. Ela conta que o importante se adequar à realidade e gastar apenas o que cabe no orçamento. Experiente no assunto de se “embolar” em dívidas, a funcionária pública se viu obrigada a aprender a poupar, e hoje suas contas estão organizadas, principalmente as do cartão de crédito.

Ficou curiosa sobre como fazer para “esticar” o salário até o final do mês? Então se inspire com essas dicas infalíveis apontadas por Joelma Santos:  

1 – Se você tem noção do quanto gasta durante a semana, isso pode servir de base para projetar os custos das semanas seguintes e, assim, ter o controle de quanto vai gastar no final do mês;

2 – Antes do início do mês, faça uma tabela simples (pode ser no Excel) e organize todas despesas fixas como água, luz, telefone, internet, TV, transporte, plano de saúde e deixe lacunas para acrescentar os outros gastos;

3 – Faça outras planilhas dos meses subsequentes, para compras parceladas;

4 – Evite comprar roupas, calçados e acessórios por impulsividade. Antes de ir até uma loja, veja se aquela peça no seu armário realmente não serve mais;

5 – Estipule quanto quer economizar naquele mês e se esforce para não reservar menos do que foi planejando;

6 – Sempre tente negociar com o vendedor um desconto bom para levar o produto à vista. Compras parceladas por muitos meses podem comprometer o orçamento;

7 – Pesquise em outros locais o produto desejado, se não for de muita urgência, vale a pena esperar ele ficar mais barato;

8 – Se estiver pensando em viajar, pesquise por pacotes de viagem. Hoje em dia, viajar através de uma agência pode sair mais em conta. Além disso, estipule o valor máximo que poderá gastar na viagem, para não voltar com débitos.

cmulhermenor

Esse texto foi escrito por Joice Santos. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana e compartilhe com seus amigos. Se não gostou, diga: melhore, Joice! mas não deixe de compartilhar com seu amigos 😉

E-mail: joicesantos@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também