Dicas essenciais para viajar com as crianças

por

Quem tem filho sabe: atenção e cuidado dobrado é para o resto da vida. Em casa, na rua, no parque, na escola, onde quer que você vá, todo cuidado é pouco, e durante uma viagem, a atenção deve ser ainda maior. Parece até brincadeira, mas, no Brasil, a cultura dos assentos de segurança para crianças e bebês é coisa recente e só passou a ser levada a sério depois que começou a mexer no bolso do cidadão. Além de zelar pela integridade física em casos de acidente, as cadeirinhas garantem que nossos pequenos façam uma viagem mais tranquila e confortável. Quem nunca andou imprensado com uns cinco primos ou irmãos na boleia de um caminhão que levante a mão.

E os cuidados vão desde a preparação para sair de casa, passando pelo trajeto, até a estadia e retorno do local da viagem. Então se você está pensando em fazer uma viagem por esses dias (vem aí o São João!!!), se liga nessas dicas essenciais que separamos pra você:

1 – Arruma a mala aê!

Tem mãe que se pudesse levava a casa na mala para não sentir falta de nada, mas além de pesar no carro ou no bolso, o excesso de bagagem só atrapalha. Então, tente contar os dias em que passarão fora e, conhecendo a sua galerinha como você conhece bem, estipule uma quantidade de trocas de roupas que serão necessárias por dia, deixando sempre uma reserva a mais para o caso de emergências. Fique atenta ao clima do local de destino e preze por colocar peças adequadas. Caso seja um lugar onde o tempo é muito instável prepare-se para as adversidades. Em se tratando de bebês, prevenção é a alma do negócio. Deixe por perto, tudo aquilo que geralmente precisa como lenço umedecido, chupeta, lanchinhos, muda de roupas, sacos plásticos, creme de assadura, brinquedinhos e água.

2 – Planeje-se!

Antes de uma viagem, tome nota de tudo aquilo que é necessário levar. Pesquise sobre o local, qual a melhor época para ir, quais os atrativos mais seguros para crianças. Identifique as malas e pertences com os nomes e telefones da família. Liste os documentos necessários, as vacinas que devem ser tomadas antes da viagem. Trace os roteiros que deseja fazer e não esqueça de estipular os momentos de descanso, afinal criança também precisa recarregar as energias. Se possível, deixe as crianças participarem da definição das programações, dar-lhes um mapa de maneira que possam ir acompanhando o trajeto, além de entreter e deixar a viagem mais divertida, diminui a ansiedade e promove interação entre pais e filhos.

3 – Marmitex

Se o percurso for longo é sempre bom ter lanchinhos à vista. Nem sempre dá pra parar e também não dá pra confiar em qualquer comida de beira de estrada. Sem contar que o sacolejo do carro parece ter a incrível habilidade de abrir o apetite dos pequenos. Mas, cuidado, o mesmo sacolejo pode fazer com que os mais sensíveis fiquem enjoados e… o resto você já sabe, então preze por alimentos leves e de fácil digestão.

4 – Aproveite

Não é todo dia que a gente pode arrumar a mala e se mandar pelo país a fora, então aproveite esse momento com seus filhos, curta bastante, se desligue do mundo exterior, fique offline. Dê atenção a eles. Acredite, seu filho vai gostar muito mais de se lembrar das altas aventuras que viveram, do que simplesmente olhar as trezentas mil fotos que você pretende tirar. E por falar em foto, não precisa fotografar cada passo. Deixe para publicá-las nas redes sociais depois que voltarem pra casa. Sabe aquele prato lindo e maravilhoso que você comeu? Com certeza tem uma foto dele no site do hotel ou do restaurante, pega lá depois, boba, vai comer e saborear as maravilhas do lugar.

5 – Lar doce lar

Todo mundo fala que o bom da viagem é a volta, então, fique atenta aos horários de congestionamento para evitar uma volta corrida. Ajeite tudo na véspera de maneira que não seja capaz de esquecer nada (inclusive dos filhos hein!). Mas é sério, nunca deixe de orientar as crianças para o caso de um desencontro entre vocês. A criança deve estar sempre com uma identificação e um número de telefone à mão para o caso de uma emergência. Ensine que entrar em pânico não vai ajudar e que é importante manter a calma. Chegando em casa, reservem um tempo para olharem juntos as fotos da viagem, escolher as que desejam revelar e já comecem a pensar no próximo destino!

Boa viagem!!!

Esse texto foi escrito por Elba Coelho. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Elba!

E-mail: elbacoelho@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também