Diálogos Internos: Encontre-se para encontrar alguém

O amor é um estágio avançado, uma construção, uma escolha

por

bdcbc43b-bf7b-43e5-86a9-1fd63c3bf8f5

Primeiro você precisa se encontrar, para depois encontrar alguém. Porque Amor Real não tem nada a ver com o romance romântico dos filmes.

Nossa maior missão ainda é aprender a amar. Parece contraditório, já que, é o que mais queremos. E de maneiras confusas buscamos e clamamos por ele. A tal “metade da laranja” reforça o conceito de encontrar o outro para suprir um vazio, uma incompletude, ao invés de acrescentar, somar. E, neste sentindo, o amor acaba se distorcendo pois, dois incompletos procuram preencher-se no outro de maneira incansável. Tudo isso acaba distanciando o ser de sua espontaneidade e da sua própria liberdade condicionado a aprovação do outro (porque cada um está focado em suprir sua carência).

Há quem diga “estou bem sozinha”, mas não me refiro apenas a esse tipo de relação, mas a todas as relações…consigo e com o outro. E relacionar-se, ainda que imperfeitamente, já é um exercício para esse aprendizado. Pois é no atrito que se gera o fogo. Tudo bem se você fez a escolha conscientemente de “estar só”, isso reflete sua maturidade. Ou mesmo sua compreensão de que só somamos quando trazemos algo para fornecer. Somente uma pessoa feliz pode fazer a outra feliz. A partir daí, você tendo fartura de amor em seu coração não vê mais a necessidade de mendigar atenção, elimina a compulsão de fazer o melhor para ser aprovado pelo outro, a escravidão pela necessidade de agradar é abolida. Você pode estar chocada com isso. Sim, quem ama cuida. Acima de tudo, cuida de si mesma. E nesse momento consciente de quem se é, segura de si, você começa a querer dar sem receber. Seu olhar foge da escassez…”pois é dando que se recebe”.

Pesquisas mostram que a paixão dura entre dois e três anos; depois o amor acaba? Não, o amor é um estágio avançado, é uma construção, uma escolha. Estar junto, estar nessa situação, estar desse jeito, apesar de tudo, apesar de “conhecer os seus segredos”.

O amor transborda e flui de dentro para fora, ele não condiciona “gosto de você se…”. Ele simplesmente gosta, do jeito que é … mas lidar com isso requer uma bagagem de atributos como maturidade, inteligência emocional, desapego…entre outras. Por isso que amar só, não basta.

Permita-me tirá-la da ilusão, poucos conheceram ou conhecerão o amor verdadeiro, o amor incondicional. E me desculpe, tem mãe que ainda não aprendeu a amar incondicionalmente, talvez eu nunca tenha amado, talvez você também não. Parece confuso eu sei, também estou processando essas informações. Tal nível de maturidade requer tempo, dedicação… Então, “não se afobe, não. Que nada é pra já. O amor não tem pressa. Ele pode esperar…”

Especialista em Desenvolvimento Humano, idealizadora do projeto amanheSER, colunista do Camaçari Mulher, Coach de Liderança Pessoal voltado para Mulheres que buscam ampliar a visão sobre si mesma, fortalecer sua autoestima e autoconfiança para alcançar seus objetivos com qualidade de vida.

Comentários

comments

Leia Também