Loucas por sapatos: conheça o fascínio das sapatólatras

De todas as cores, formas e alturas, os sapatos também podem falar muito sobre a personalidade de uma mulher

por

capa

Dentre as principais paixões femininas e os objetos pelos quais a mulherada tem verdadeira loucura, os SAPATOS, são grandes campeões. Salto agulha, plataforma, scarpins, botas, salto 10, 15 ou 20 cm, sapatilhas, anabelas, rasteirinhas… tem para todos os gostos, há quem goste de todos; de todas as cores, formas e alturas, além de compor o look do dia, os sapatos também podem falar muito sobre a personalidade de uma mulher.

sapatolatrasO assunto é tão sério que passa de um simples gosto à verdadeira necessidade de se ver rodeada de pares e mais pares de calçados. Como verdadeiras centopéias, as “sapatólatras” (mulheres loucas por sapatos) já viraram até tema de livros. De autoria da americana, Beth Harbison, Sapatólatras Anônimas, conta a história de quatro mulheres diferentes, um número de sapato em comum e um desejo enlouquecedor por sapatos fabulosos. Neste romance, a mulher de um político controlador, uma viciada em compras, uma atendente de disque-sexo com fobia de lugares abertos e uma babá de uma família infernal, se encontram nas noites de terça-feira para trocar sapatos, e, no decorrer, construir amizades que as ajudarão a superar seus mais variados problemas. A obra caiu no gosto da mulherada, ganhou a continuação ‘Segredos de uma Sapatólatra’, e pode até virar filme. Há também o documentário “God Save my Shoes”, com participação das maiores autoridades no assunto para tentar desvendar o motivo de tanta paixão. Estão lá depoimentos de Christian Louboutin e Manolo Blahnik, autores dos pares mais cobiçados do planeta.

A assistente social, Andreza Mesquita, 37 anos, é uma sapatólatra assumida e já perdeu até a conta de quantos pares possui. Da última vez em que um primo seu parou para fazer a contagem ela tinha cerca de 300 pares, porém, de lá pra cá, o pequeno “santuário” que criou especialmente para eles no banheiro de casa, já ganhou novos integrantes. Vício? necessidade? diversão? sentimento? O que eles têm de tão especial? “Sapato para mim é como uma obra de arte, são magníficos! Um bom sapato é um componente mais importante do que a própria roupa. É através deles que esbanjamos elegância e sensualidade, aumentando assim a autoestima da mulher!”, garante Andreza. Basta bater o olho e se apaixonar que ela não pensa duas vezes e leva o modelito para casa. Seus preferidos são scarpins, anabelas, ankle boots, pumps, peep toes, straps, botas, open boots e os de salto wedge. Mas ela tem de tudo um pouco. Perguntada sobre o que sente cada vez que adquire um novo par ela responde: “Uma sensação de prazer in-des-cri-tí-vel! A cada compra, me sinto uma nova mulher. Cada modelo, uma personalidade diferente, mais ou menos isso. Os sapatos para mim, são verdadeiras paixões e só as apaixonadas por sapatos como eu, entenderão o que estou falando! (risos), finaliza.

whatsapp-image-2016-09-19-at-16-56-41

pequeno

Esse texto foi escrito por Elba Coelho. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Elba!

E-mail: elbacoelho@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também