O que ninguém sabe, ninguém estraga

por

Há um tempo atrás, eu ouvi uma pregadora dizer: “Não compartilhe os teus sonhos com quem não sonha com você!”. Aquela frase me impactou de uma forma tão grande que, desde então, sempre que estou pra fazer, realizar, comprar, receber ou mesmo planejar algo, tomo o cuidado de só comentar com quem quer que seja, quando a coisa está concreta ou mesmo quando já aconteceu.

Para alguns, pode se tratar de uma maneira a evitar esse lance de energia negativa, para outros, é bobagem, pois quando alguma coisa tem que acontecer, acontece e pronto, se não rolar é porque não era pra ser, mas pra mim, é bíblico e se tornou um dos meus lemas de vida.

E se vocês pararem para observar bem, vão ver que tem fundamento sim. E isso pode acontecer com coisinhas simples do dia a dia ou mesmo com aquele plano de dar uma guinada na sua vida.

Repare, se você diz que vai cortar o cabelo de uma maneira diferente da de costume, já vem aquela “amiga” meter o bedelho: “menina, pra quê? Você já é bonita assim. Esse corte não vai ficar legal”, daí você que já estava toda animada, já até ouvindo elogios mentais sobre o visual novo, esmorece e acaba adiando a repaginada. Depois você decide que quer mudar de cidade, de emprego, de carro, ou decide que já está na hora de ter um filho ou outro filho, e sempre tem um “agourento” por perto para te dar aquela desmotivada.

Com esse negócio de ter a vida exposta nas redes sociais, quem demonstra felicidade demais acaba por despertar a energia ou olhar negativo de alguém. É claro que uma foto não é atestado oficial de felicidade, às vezes o papel de uma imagem é só para representar a situação ideal (tipo quando vai tudo mal no relacionamento e você posta aquela foto bem agarradinha no boy só pra mostrar ‘prazinimiga’ que tá tudo lindo).

Exposição

Por que é que a gente tem que expor tudo? Aposto que dos 4.785 amigos que você tem no Facebook, dos 2.428 seguidores do Instagram, tirando a sua família, apenas uns sete ou oito (isso sendo bem otimista) são pessoas que frequentam a sua casa, que estão com você no dia a dia, pessoas com as quais você pode mesmo contar. Estas são as pessoas que, provavelmente, sonham junto com você. Estas são as pessoas que no dia do teu aniversário ao invés de copiarem um texto pronto da net vão te ligar ou mandar uma mensagem mais íntima, só pra você, no Whatsapp (porquê é mais fácil ter net do que crédito né mores?).

Preserve-se

Não quero dizer que a partir de agora você vai viver num casulo e muito menos fazendo tudo escondido, NÃO! Não é isso. Me refiro apenas ao fato (comprovado por mim mesma) de que quando a gente preserva os nossos sonhos ou compartilha com as pessoas certas, as chances de que se realizem de uma maneira mais feliz, são bem maiores. Quando a gente vive primeiro e publica dois, três, dias depois, não vai ter energia ruim que interfira naquilo já foi concretizado.

Fica a dica! Guarda os teus sonhos, protege a tua felicidade, cerque-se de pessoas de bem, coloca as tuas ansiedades, angústias e preocupações nas mãos de Deus e a sua paz, que excede todo o entendimento, guardará o teu coração e os teus sentimentos de uma maneira incomparável.

Felicidade, realizações e boa sorte pra vocês migas!

Esse texto foi escrito por Elba Coelho. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Elba!

E-mail: elbacoelho@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também