Pilates: um aliado contra a depressão

por

A depressão é, sem dúvida, um dos grandes males psicológicos da atualidade. Segundo a Associação Brasileira de Pisquiatria, 10% dos brasileiros, o equivalente a 20 milhões de pessoas, sofrem de depressão. Entre os principais sintomas da doença estão a baixa autoestima, desinteresse pelas atividades cotidianas, alterações no apetite, transtornos do sono, diminuição de energia, sensações de exaustão, desvalorização, desamparo e falta de esperança.

Apesar dos tratamentos mais frequentes serem o aconselhamento psicológico e os medicamentos, um número cada vez maior de pessoas tem encontrado na atividade física regular, uma solução para combater os desagradáveis sintomas da depressão. E o Pilates, nesse quesito, é uma ótima opção!!

Na prática, o aluno precisa se concentrar nos movimentos, procurando sempre sincronizá-los com a respiração e as ações musculares profundas e coordenadas. Joseph Pilates, o criador do método, já no início do século passado, afirmava que um espírito renovado de pensamento e movimento, representa o primeiro passo para a redução do estresse, a elegância de movimentos, a alegria e a maior capacidade de aproveitar a vida.

Como mente e corpo estão intimamente ligados, um distúrbio psicológico interfere diretamente na atitude corporal do indivíduo. Abusar nas aulas de Pilates faz com que a prática “caia como uma luva” para a promoção do bem-estar.


Até a próxima,

Lorena Rios

Esse texto foi escrito por Lorena Rios, colunista do Camaçari Mulher. Para ler mais textos dessa fisioterapeuta retada, apaixonada por pilates e dedicada a tudo o que faz, clique no nome dela ali em cima e delicie-se!

Comentários

comments

Leia Também