Tricotando com Angela Cheirosa

por

A gente podia escrever um monte de coisa aqui, mas Angela Cheirosa dispensa apresentações. Vocês já estão cansadas de vê-la por aqui, porque somos fãs mesmo dessa mulher retada, iluminada, que faz acontecer!! Semana passada ela “derrubou a internet” de Camaçari ao marcar presença no programa Encontro com Fátima Bernardes, da rede globo. Muita gente acompanhou a entrevista e se orgulhou por ter uma filha de Camaçari mostrando seu talento em rede nacional. Batemos um papo com ela sobre esse momento ímpar e também sobre os planos para o futuro. Será que vamos vê-la na CNN, minha gente? Puxa a cadeira, vamos tricotar:

Como surgiu o convite para a Fátima encontrar você… digo… para você ir ao Encontro com Fátima Bernardes?

Na verdade eu me convidei! Kkkkkkkkkk. Depois do lançamento da Revista Shimmie, da qual fui a capa de abril, tentei algumas formas de chegar até lá, mas sem sucesso. Então resolvi o caminho mais óbvio: entrei no site do programa e mandei uma mensagem contando tim tim por tim tim da revolução que estava acontecendo aqui em Camaçari através da dança do ventre. Não deu outra! No mesmo dia obtive retorno do meu contato por e-mail, em seguida uma ligação da produção confirmando tudo o que havia contado. Deram uma vasculhada básica nas minhas redes sociais e depois de um longo papo, uma promessa de retorno. Na semana seguinte já estávamos gravando matéria e com tudo pronto para a minha ida ao programa.

Como você se sente tendo seu trabalho reconhecido nacionalmente?

É uma realização! As pessoas me perguntam o que mudou depois da “fama” e eu sempre digo que só aumentou a responsabilidade (estou esperando aquela parte em que aumenta $$$ kkkkkk).
Mas esse reconhecimento abre um leque de possibilidades de crescimento, de ampliação de horizontes, de ajudar mais pessoas dentro das minhas capacidades, beneficia o mercado da dança do ventre como um todo e, principalmente, me dá legitimidade pra continuar sabendo que estou no caminho certo.

É um momento de realização profissional maravilhoso, mas vamos falar um pouquinho sobre realização pessoal. Quando você tira a capa da super pró Angela, como é que a Cheirosa, a quem a dança salvou um dia, se vê?

A filha de Dona Dalva e Seu Miranda, mãe de Rafa, irmã de Cris, Léo, Adailton, Miranda, Rita e Márcio. Porque independente e, acima de tudo, é isso que eu sou, o resto eu estou.
A dança salvou não só a mim, mas também a toda minha família. Eu me sinto honrada em poder, através da dança, resignificar a vida e a família de muitas outras pessoas.

Estar em evidência traz muitas alegrias, mas também atrai o ruim e velho “olho gordo”. Como você lida com isso?

Menina! Do jeito que eu sou maravilhosa, se eu fosse “azinimigas/ozinimigos” morreria de inveja de mim também. Eles estão é certos! Deve ser duro não ser eu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!! Mas brincadeiras à parte… não dá pra agradar todo mundo, não dá pra se importar com as frustrações do outro, não dá, diante de tanta felicidade e realização, pra perder tempo com o que não agrega. Abstrai, tem fé em Deus, faz uma oração, toma um passe, passa um óleo ungido, toma um banho de folha, vai na rezadeira… kkkkkkkk e releva! Meu caminho é o do bem.

Quais são os próximos passos de Angela Cheirosa? Vamos te ver na CNN?

Estamos trabalhando pra isso! Segundo semestre a agenda está lotada, vários eventos, viagens para outros estados, cursos, festivais, shows e o foco no nosso espetáculo de fim de ano que em 2017 se chamará, “Um Conto de Fadas na Terra das Princesas Coloridas”, numa grande celebração à diversidade.

Você, com certeza, é uma inspiração para as mulheres de Camaçari. Deixe um recado especial para elas:

Outro dia escrevi nas minhas redes sociais: “O dia que me aceitei do jeito que sou, o mundo inteiro foi obrigado a fazer o mesmo”. E eu acho que o segredo é esse: Se ame, se aceite, se perdoe! Queira ser feliz e crie possibilidades pra isso. Eu encontrei a minha dançando, encontre seu jeito e faça!

Esse texto foi escrito por Claudia Magnólia. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Magnólia! Mas não deixe de expressar a sua opinião 😉

E-mail: claudiamagnolia@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também