Vá para onde existe amor

Ouça seu coração, sua criança interior. Permita-se! A vida é uma só

por

Você é uma pessoa legal. Tem lá seus defeitos. Pode ser meio escrota de vez em quando. Individualista. Pode ser de direita. Não dar esmola na rua. Pode gostar de Marília Mendonça e Aviões do Forró. Chorar ouvindo Pablo. Pode ser do tipo que visualiza e não responde. Mas você é uma pessoa legal. Do contrário, não estaria aqui lendo um texto que traz no título a palavra amor. Por isso fuja! Se você está em algum lugar, em alguma situação onde não exista amor, fuja! Vá para onde existe amor. Lá é o único lugar que vale realmente a pena.

A vida é muito curta e é um sopro. Agora estamos aqui, daqui a pouco, não sabemos. Não temos certezas. Crescemos ouvindo coisas como “para sempre”, mas sabemos que isso não existe. Não é pessimismo, apenas um senso de realidade. Então, se é tudo tão passageiro, porque mesmo insistir em sentimentos, lugares ou pessoas que não dão aquela alegriazinha ordinária no coração? Como bem disse Martha Medeiros, em algum texto que não lembro qual: mais do que perda de tempo, é perda de vida!

Alguém disse e, sinceramente não me lembro quem, que devemos ir para onde nossa presença é requisitada e não apenas tolerada. Bukowski, aquele velho safado, escreveu : “se não te dá tesão, não faça”. É isso! Se não faz seu coração vibrar, não faça. Busque aquilo que te faz feliz, que te dá frio na barriga. Pra quê um emprego que te paga muito bem, mas não te deixa ver seu filho crescer? Pra quê um amigo que só quer ser ouvido, mas faz vista grossa para os seus problemas? Pra quê sofrer por um amor, se há tantas tampas buscando suas panelas, se há tantas delícias em ser feliz sozinha?

Não perca tempo, não perca vida. Dance na chuva, ria de si mesma. Mande à merda quem não te quer feliz. Não finja que se importa. Se ama, demonstre. Busque sua realização pessoal, profissional, espiritual. Não se prenda a padrões, a imposições. Dê uma banana para a sociedade. Vá para o seu cantinho preferido, conecte-se consigo, respire fundo e seja sincera: o que eu preciso para ser feliz? Onde eu gostaria de estar agora? O que eu preciso fazer? Ouça seu coração, sua criança interior. Permita-se! A vida é uma só. Não deixe que ela passe sem que você descubra o que é melhor para você. Li isso um dia e nunca mais abandonei: “algumas pessoas vão amar você, não importa o que você faça. E outras nunca vão te amar, não importa o que você faça. Vá para onde existe amor”…

Então vá! Corra! Vá agora mesmo e não volte. Lembre-se: você merece o melhor.

Beijocas!

Esse texto foi escrito por Claudia Magnólia. Se gostou, diga: tá legal, tá bacana. Se não gostou, diga: melhore, Magnólia! Mas não deixe de expressar a sua opinião 😉

E-mail: claudiamagnolia@camacarimulher.com.br

Comentários

comments

Leia Também