Viver no presente: Respira fundo, você está aqui, agora!

É no momento presente que as coisas acontecem

por

IMG-20160525-WA0016Respira fundo, você está aqui, agora!

Chegou o momento de se reconectar consigo mesmo. Tudo que você precisa já está dentro de você!

Vamos entender como isso funciona:
– Onde você está? O que está fazendo? Em que está pensando?
– Agora vamos um pouco além, quais são as memórias do seu passado que interferem nesse momento, qual o seu objetivo para o futuro?
– Depois de ter respondido essas perguntas mentalmente, tente apenas respirar fundo, se possível fechar os olhos, não pensar em nada e relaxar cada parte do seu copo, ou apenas observar o lugar onde está, os objetos, as cores e os estímulos sem julgar se é feio ou bonito, confortável ou não, apenas tente estar consciente de onde está e o que está fazendo.



Por quantos minutos você conseguiu não pensar em nada, ou mesmo respirar e observar cada detalhe conscientemente?

Qual o resultado dessa experiência?

O nosso corpo pode estar onde deveríamos estar, fazendo o que temos que fazer, mas e a nossa mente, os nossos pensamentos? Se estamos experimentando emoções como ansiedade, culpa, medo, solidão, ciúmes, algo está errado! Todos esses sentimentos correspondem ao passado ou ao futuro. Se eles aparecem no presente, são apenas indícios que não estamos vivendo o aqui e agora em sua essência.
O que fazemos enquanto lavamos um prato, dirigimos um veículo ou até mesmo estamos lendo? É comum enquanto fazemos as atividades do dia a dia nos perdermos em pensamentos do tipo: “se eu tivesse feito assim sairia melhor”, “tenho que pagar as contas”, “quando eu ganhar muito dinheiro vou fazer algo melhor”, “será que vão gostar do que estou fazendo?”, essas e outras tantas questões passam pela nossa cabeça durante todo o tempo.

Qual a origem desses pensamentos na mente que não para um só minuto de tagarelar?

Quando carregamos o passado nas costas e todo peso que ele tem, estamos repetindo os sentimentos originais o tempo inteiro, como padrões, parece que nada muda, tudo continua igual, tudo acontece da mesma forma e é possível até nos deprimirmos por isso. Ou decidimos fazer uma faxina, eliminar ou ressignificar o que não nos serve mais ou continuamos presos ao passado. Toda faxina traz um certo incômodo, ao limpar uma casa por exemplo, podemos espirrar, suar, se sujar, mas no fim o resultado é sempre maravilhoso: casa limpa e cheirosa. Podemos não pensar conscientemente no nosso passado, nos nossos traumas ou dores, pois esses sentimentos emergem do inconsciente e estamos em luta constante para tentar escondê-los, “jogar a poeira pra debaixo do tapete” parece sempre a melhor solução, mas ela continua lá interferindo na nossa qualidade de vida. Inconscientemente, “escondidas embaixo do tapete” as emoções desagradáveis teimam em tentar dar sinais de que algo não está legal, resultado: nos entristecemos sem motivo aparente, angústias que não sabemos de onde vem, dificuldade de colocar algo em prática por medo, culpamos o outro, julgamos, arrumamos desculpas, perdemos oportunidades…
E se parássemos de viver no automático e nos perguntássemos, por que isso acontece? Onde está a raiz do problema? O que fazer para resolver? O que devo aprender com essa situação? Estaríamos enfrentando os nosso maiores monstros, descobriríamos em que momento começamos a alimentá-los e eles certamente não conseguiriam conviver com a nossa atenção plena, nosso amor pela vida … com a decisão de não alimentá-los mais, eles morreriam em algum momento!

E se ficarmos focados e ansiosos para que o futuro chegue? Nossa, parece que ele nunca chega! “Ganhar na mega sena pode ser a solução de todos os meus problemas”, quantas vezes pensamos assim: “Um dia, quando eu realizar o meu sonho, serei feliz!” Confesso que pensamentos como esses já passaram muito pela minha cabeça, até que percebi que estava presa em uma armadilha, enquanto alimentava esses desejos irreais, fugia de mim mesmo. Pois ganhar na mega sena, ou esperar que a realização do sonho caia do céu, nos tiraria toda e qualquer possibilidade de termos que, fazer faxina, começar a agir, agradecer pelo que temos e transformar a nossa realidade.
O que vale mesmo, é o momento presente, é nele que as coisas acontecem, é com ele que devemos ter um caso de amor!
Fazer o que tem que ser feito, perdoar o passado, plantar coisas boas, fazer o bem, amar ao próximo e a si mesmo. Esse é o segredo!

Os frutos?! Tenha certeza eles virão…

Um beijo em seu coração.

Até o próximo artigo.

Esse texto foi escrito por Salma Reis, colunista do Camaçari Mulher. Para ler mais textos dessa psicóloga e psicoterapeuta que acredita que o sucesso de um trabalho se faz quando existe confiança, ética e compromisso, clique naquele nome dela ali em cima 😉

Comentários

comments

Leia Também