Bla bla blá da Tatá

Bla bla bla da Tatá: Não julgue para não ser julgado

deus ama a todos

 

Demorei muito tempo para falar sobre este tema que é polêmico, mas o mundo tá tão virado que eu tenho que falar sobre isso.

Por que está tendo “uma guerra” entre homossexuais e cristãos?

Todos nós que seguimos a Bíblia, entendemos que AS PRÁTICAS homossexuais são pecado. Porém, vale ressaltar que o livro sagrado condena PRÁTICAS homossexuais, mas não o homossexual. Por que, então, os supostos “seguidores de Cristo” atuam como juízes neste assunto? Cristo faria o mesmo?

Você não precisa compactuar com as práticas da pessoa, mas também não precisa tacar pedra. Até porque, com esse tipo de comportamento, só prova que não vale a pena ser cristão e nós sabemos que vale sim.

Você já parou para pensar o quão difícil deve ser para esta pessoa, que descobriu a atração por pessoas do mesmo sexo? Pior ainda, é para quem foi criado dentro da igreja onde este assunto, assim como o sexo, ainda é um tabu. Muitos guardam aquilo dentro de si porque sabem que serão tratados dentro das igrejas como a mulher que foi pega em ato de adultério e foi levada para ser apedrejada.

Tenho um amigo, por exemplo, que recebeu uma surra do pai, daquelas que deformam a pessoa, sabe? Este pai disse que enquanto ele estivesse vivo, não teria filho “viado”. O grande detalhe é que este mesmo pai se dizia cristão. Aí eu me pergunto: isso fez dele mais cristão que o filho? CLARO QUE NÃO!

Jesus o tempo todo acolheu as pessoas que eram excluídas da sociedade, como prostitutas, cobradores de impostos e muitos outros e, infelizmente, as pessoas que deveriam pregar este amor, trazer uma palavra de conforto, são as primeiras a recriminar as pessoas que são “diferentes”.

Muitos homossexuais têm vontade de frequentar igrejas. Quando convidava amigos para irem aos cultos eles contavam que não tinham coragem porque sabiam que não seriam bem tratados. COMO ASSIM?? Infelizmente, é uma triste realidade.

Uma outra amiga saiu de casa, mudou-se para outro estado por ter tido a sua orientação sexual exposta a todos os membros da igreja. Na época, conversei com ela e perguntei como ela descobriu a sua homossexualidade, já que tinha tido uns três namorados anteriormente. Ela disse que fingia sentir prazer e que este é um dilema interno. Ela afirmou ainda que se pudesse escolher, com certeza, escolheria ser heterossexual, só para não ter que ser julgada ou “apedrejada” pelas pessoas.

Não existe pecadinho ou pecadão. Tudo é pecado. O que tem de diferente são as consequências para cada pecado. Você não é mais cristão do que a pessoa que vive de um jeito diferente daquele que você acha certo.

Assim como a prática homossexual é considerada pecado pela Bíblia, falar mal do irmão também é, TRAIR A MULHER também (acredite, este é o motivo que mais leva crentes para a disciplina, espécie de “castigo” para aqueles irmãos que extrapolam os padrões considerados corretos pela igreja), não amar o próximo é pecado, e fofocar também é.

Inclusive tem um versículo na Bíblia que diz: “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores, herdarão o reino de Deus”. (I Coríntios 6:10)

Um ser humano merece respeito, independentemente de cor, credo, ou nacionalidade. Fazer piadinha ou maltratar um homossexual não te faz mais santo, assim como o homossexual julgar a sua fé não vai fazer ele ser mais respeitado.

Um dos primos que mais amo é homossexual. Quando cresci, compreendi do que se tratava e em nenhum momento este fato diminuiu meu amor por ele. Na faculdade tinha muitos amigos homossexuais e os amava, e o fato de ser cristã não mudava em nada nossa relação, porque existia o principal: RESPEITO!

Se não sabe como lidar, peça orientação a Deus.

No fundo todo mundo só quer amor, só quer ser amado. O mundo tá cheio de pessoas cheias de verdades pessoais, cheias de razão. E estamos esquecendo do maior ensinamento de cristo que é “amar ao próximo como a ti mesmo”.

Comentários

comments