Bem-Estar

Camaçarienses falam sobre os prazeres da masturbação feminina

A palavra masturbação, geralmente, está associada aos homens, e o ato, por parte deles, é visto com bastante naturalidade. Porém quando esse estimulo é feito pelas mulheres no próprio corpo, a história muda de figura, talvez porque a sexualidade feminina foi, durante muito tempo (e em muitos lugares continua sendo), um tabu.

Mas no que consiste a masturbação feminina?

Nada mais é do que o ato de se tocar e com isso descobrir regiões erógenas que lhe proporcionem prazer. Além da ótima sensação de relaxamento e bem-estar, essa prática possui diversos benefícios, pois além do autoconhecimento, onde é possível desenvolver uma relação mais íntima com seu próprio corpo, a masturbação ainda pode proporcionar uma melhora significativa de humor, alívio da insônia e do estresse, além de prevenir contra o surgimento de infecções e a incontinência urinária.

Masturbação-orgasmo-mulher-camaçari (3)

A auxiliar administrativa I.S, de 23 anos, conta que começou a se masturbar aos 21 anos, e hoje encara com muita tranquilidade, apesar da sociedade ainda tratar o assunto com estranheza. “Acredito que através do ato de se tocar, a mulher fica mais segura de si, sem falar que é na masturbação que entendemos como chegar ao orgasmo mais rápido, pois o que para os homens pode parecer tão fácil, para a mulher pode parecer um desafio e tanto”, conta. Para a entrevistada, as mulheres que não se tocam ainda “não sabem o que estão perdendo”.

Quem também adora se masturbar é a estudante K.L, de 23 anos, tanto que faz isso diariamente. “Tive experiências maravilhosas me tocando e acho que todas as mulheres deveriam experimentar. Óbvio que ninguém tem que impor isso a você, é interessante que parta de você mesma, mas se existir a mínima vontade, esse desejo tem que ser atendido, afinal de contas, somos donas do nosso corpo e não há mal algum estimulá-lo quando sentirmos vontade”, afirma. Assim como para muitas mulheres, a estudante conta que a satisfação completa vem quando consegue atingir o clímax (orgasmo) sozinha. “Não dá para descrever, porque é uma sensação única, é como se pudesse alcançar o paraíso”, acrescenta.

Masturbação-orgasmo-mulher-camaçari (2)

O hábito de estimular-se, também reflete nas relações sexuais. Afinal de contas, encontrar alguém que faça exatamente tudo o que você gosta, não é uma tarefa das mais fáceis, então a solução é que a mulher fale para o parceiro ou parceira do que gosta e como gosta, e para isso é necessário que se toque, e descubra as áreas nas quais sente mais prazer. Isso torna as relações sexuais mais saudáveis, deixando o sexo muito mais interessante.Talvez o primeiro contato com o próprio corpo pareça uma experiência diferente, é normal algumas mulheres não sentirem prazer no primeiro toque, cada corpo reage de uma forma e com isso devemos entender seu tempo e como ele reage com os estímulos. Por isso, é importante explorar cuidadosamente e sem pressa cada área, sentindo aquelas que lhe proporcionam mais prazer.

 Preparamos 5 passos para você conhecer melhor seu corpo, vamos lá?

1 – Encontre um local tranquilo, onde tenha certeza que não será incomodada, e crie um ambiente que desperte e estimule seus desejo eróticos, climatize com aromas afrodisíacos, tipo: canela, jasmim ou sândalo, isso pode provocar memórias ou produzir sensações de relaxamento.

2 – Comece com uma posição confortável e simples, acariciando moderadamente os mamilos, pernas, barriga e nuca, estimulando toda sua sensualidade. É conveniente nesse momento, ter o auxílio de um espelho, isso fará com que você possa se admirar e desconstruir todos os tabus de que seu órgão sexual é uma coisa errada e feia.

intimidade023 – Faça joguinhos de sedução com seu corpo, provoque até chegar às regiões mais erógenas. Afaste um pouco as pernas, e com as pontas dos dedos vá alisando o redor da vagina e se aproximando cada vez mais dela. Existem mulheres que gostam de criar uma intimidade maior com seus órgãos, apelidando-a, se sentir-se confortável em fazer isso, pode ser bem interessante.

4 – Com as mãos firmes e delicadas, sinta com a ponta dos dedos o clitóris, descubra se ele é muito sensível e o quanto você deve evitar ou se aproximar dele e continue fazendo movimentos circulares ao seu redor. É importante nesse momento a mulher prestar atenção como seu corpo reage aos estímulos, e vá testando as intensidade e velocidade dos movimentos, isso porque com o aumentar da excitação a sensibilidade diminui, e você poderá sentir vontade de ousar mais um pouquinho. Repita esse movimento várias vezes, da forma mais confortável.

Masturbação-orgasmo-mulher-camaçari (4)5 – Um boa dica, são instrumentos que estimulem ainda mais a masturbação, como vibradores, pois a vibração excita a região da vulva e do clitóris e faz com que a mulher atinja o orgasmo com mais facilidade.

 

 

cmulhermenor

Comentários

comments