Comportamentohome

Camaçarienses falam: Solteiras sim, felizes também!

Estar solteira pode ser um martírio para muita gente, a pressão feita pelos amigos que não aceitam o porquê de você ainda estar sozinha, a falta de uma costelinha te envolvendo naquele noite fria, a ausência de alguém para fazer uma viagem romântica ou então curtir aquele delicioso resort que vocês compraram juntos no Groupon, e sem falar na sensação de solidão que a tão “bondosa” TPM ainda ajuda a piorar, isso tudo, pode ser bem complicado para quem sofre com a crise da ‘solteirice’. Porém, se olharmos por um outro lado, esse estado pode revelar ótimas sensações, aprendizados e autoconhecimento, afinal de contas não há nada de errado em estar solteira. A mania de pensar que a grama do vizinho é mais verde que a sua, que todos os relacionamentos são perfeitos e que você é apenas mais um “serumaninho” perdido no mundo, revela uma pessoa insegura e, de certa forma, isso te impede de conquistar uma independência. Basta observar na sua lista de contatos do WhatsApp, e ver quantas pessoas, bonitas, inteligentes, bem sucedidas mas, ainda assim, solteiras! Isso certamente não é um problema para elas, então porque tem que ser um problema pra você?

Solteiras-camaçari-mulher-independentes (1)

A mulher contemporânea mudou, suas exigências e prioridades mudaram e isso, de certa forma, impactou nos relacionamentos. A capacidade de se auto-sustentar e assim criar uma relação de independência, onde é possível assumir o controle das próprias escolhas, ainda não é bem vista por aqueles homens que não conseguiram acompanhar essa evolução, ou seja, homens que preferem manter a mulher como coadjuvante da relação.

 

14218132_10209237095979473_650724449_nQuem não abre mão da independência e dos prazeres de morar sozinha é a jornalista Laís Trindade de 29 anos. Quando questionada sobre o porquê de estar solteira, Laís fala que se sente tranquila, e que não tem pressa para achar sua outra metade. “Acredito que nesta questão de estar solteira, o que mais está pesando para a maioria das mulheres que têm um perfil de independência, são as prioridades e a praticidade que os projetos pessoais e individuais exigem. As mulheres estão focando mais em formação acadêmica e crescimento profissional, e deixando que os relacionamentos aconteçam de forma natural. As exigências também aumentaram, parece que o que falta são pretendentes que estejam nessa mesma vibe”, afirma. Para Laís, a mulher tem que pesar suas prioridades, lógico que ninguém merece ter que ficar se policiando para proteger o ego de alguém, bem como não é necessário ser tão rígida para impor seu empoderamento, para isso é necessário que haja um equilíbrio. A reeducação mental pode ser a solução para vários “probleminhas”, isso libera espaço para você aprender a viver cada momento, a estar bem com suas escolhas e a não se cobrar tanto pelo que está faltando. De certo que o fato de estar solteira pode não lhe permitir alguns desejos mas, certamente, abre diversas oportunidades. “Bom mesmo é a construção e descoberta de si mesmo. Se completar, libertar seu pensamento e ser responsável pela própria felicidade é algo que todo mundo deve tentar antes de buscar alguém que o complete. Minha dica é ir completa pois o que vier é bônus”, aconselha Laís.

 

Solteiras-camaçari-mulher-independentes (2)Para a também jornalista, Anami Brito, de 29 anos, a pressão feita por parentes e amigos, é a que mais importa, porém, não vê problema algum, e faz questão de responder de forma tranquila e firme. “Não me incomoda. Devemos realmente nos questionar como vamos poder viver com o outro, se não somos capazes de viver com nós mesmosEntão tudo é uma questão de sabermos aproveitar as épocas em que estamos solteiras para que sejam extremamente frutíferas em termos de crescimento pessoal. Para isso, procuro sempre ocupar meu tempo com coisas que me agradam, como: sair com os amigos para conversar, dançar, jogar baralho, viajar, fazer compras (desde que não seja de mantimentos…rsrsrs), além de curtir muito ficar em casa com meus filmes e livros”, conta. Para ela, o fato de estar namorando não impede que a pessoa continue tendo uma vida social com seu amigos. “Tenho amigas tanto solteiras quanto comprometidas. O número é proporcional, entretanto, conto com a sorte de mesmo as que namoram terem o entendimento de reservar um tempo, também, para as amizades”, afirma. Quando questionada se acredita ser uma pessoa exigente, Anami, responde que não, porém, tem alguns critérios básicos, que julga necessário para se manter uma boa convivência, como inteligência, por exemplo.

Mulheres-solteiras-camaçari-independentes

A independência pode afastar alguns homens mas, certamente, aproximará os que mais se encaixam com seu perfil e estilo de vida. Para isso não há necessidade de uma super produção para atrair o boy, ou então baixar todos os aplicativos de relacionamento, com o objetivo de encontrar um perfil preestabelecido. Aproveite a liberdade de ser você na sua essência, de se sentir livre para traçar seus roteiros e metas, para se jogar em uma proposta de emprego em outra cidade, para dormir fora de casa, para paquerar pela janela do carro, para ir no salão somente para saciar o próprio ego, para ser independente! A sociedade não tem o direito de lhe impor um namorado (ou namorada), afinal de contas você não é obrigada a nada!

cmulhermenor

Comentários

comments