Bla bla blá da Tatá

Minha nada mole vida de blogueira

Eu trabalhava com pessoas incríveis, tinha um salário legal, também tinha minha rotina diária, uma vida profissional estável como jornalista… Mas aí, um belo dia, fui comunicada que estava desligada da empresa que eu trabalhava. Pronto! Alí meu mundo desabou…

Mas o bom Deus, que nunca desampara os seus, estava olhando por mim e sabia exatamente o que aconteceria a partir dali.

Claro que no momento de tempestade, a gente nunca quer acreditar que o arco-íris vai aparecer anunciando a chegada de um belo dia de sol. Óbvio que tive meu tempo de recolhida, foi importante, foi fundamental para valorizar o que estou vivendo hoje.

Resolvi levantar, sacudir a poeira, pegar o Tem dessas, abraçá-lo e dizer: “Meu amor, antes um hobby, agora você vai ser meu orgulho, talvez até, ganha pão… Quem sabe?”, assim pensei.

Se esse é meu primeiro texto que você está lendo, prazer, me chamo Taís Dória, sou jornalista por formação e há algum tempo resolvi me arriscar como blogueira camaçariense.

O Tem dessas surgiu como uma válvula de escape para os dias de estresse. Aí alguns amigos próximos me incentivaram a criar o meu cantinho, onde pudesse compartilhar com várias pessoas as coisas que eu acho legais e divertidas.

Se você é do tipo que acha que blogueiras são “caça-jabás”, amiga, pega uma cadeira, senta aí e vamos conversar.

É obvio que na blogsfera, como em qualquer outra profissão, tem as tais “prostitutas de mercado”, lógico, mas isso não dá o direito de generalizar, não é, amiguinho?

Eu mesma, quando gosto de algum produto, testo, leio sobre, testo de novo, peço para alguém testar. Pego tudo isso e transformo em uma resenha. Muitas vezes, os produtos que resenhei, eu mesma comprei com alguns dinheirinhos.
Até porque como eu não tinha muitos seguidores, ficava com vergonha de negociar e ficar parecendo interesseira, porém, não podia deixar minhas leitoras na mão.

Ao contrário do que muitos pensam, não toco o Tem dessas sozinha, não conseguiria isso. Temos uma equipe profissional por trás. Tenho um amigo jornalista que me dá apoio no site, na parte técnica, que também será, em breve, um colunista do blog, mostrando a visão masculina de algumas coisas do cotidiano feminino. Tem, também, um publicitário/designer e fotógrafo que deixa nosso blog mais bonito. E eu, que escrevo os posts baseados nas pautas que os leitores sugerem, ou então tendência, ou algo que estou vivendo no momento.

Nosso trabalho vai além de receber algo, falar mal ou falar bem, tem que estudar, tem que pesquisar, tem que se dedicar. Nossos leitores são nossos chefes, então, se pensarmos um minutinho em não fazermos nosso trabalho bem, é tchau e benção. Tem novos blogueiros surgindo o tempo todo, então se a gente descuida, outro vem e toma nosso lugar.

Nossa inspiração faz nosso tempo de trabalho, às vezes, ela aparece de madrugada, às vezes à noite, pertinho da hora de dormir… Se a gente não levanta e anota, “babau”… Podemos até lembrar depois, mas o texto não sairá tão bom.

Temos que estar sempre ligados em novidades, nosso público pede isso. Temos que fazer muita pesquisa sobre tendências, sobre produtos, sobre assuntos. Estar antenados o tempo todo.

O Tem dessas ainda não é meu sustento, quem sabe um dia? As parcerias estão aparecendo agora. Isso é bom?, sim, é, mas o intuito do blog é trazer novidades e compartilhar minhas experiências com minhas leitoras, sempre foi e sempre será assim. Se tiver empresas parceiras, ótimo! Não vou ser hipócrita, afinal tenho contas a pagar. Mas esse não é meu principal objetivo, cansei de fazer trabalhos gratuitos, ajudar pessoas, só para ter conteúdo e uma experiência legal.

É um trabalho árduo, sim, mas o prazer de ouvir: Olá, você é Tatá do Tem dessas? É incrível!Você pensa: Poxa! Alguém valoriza meu trabalho! Alguém me lê, me assiste!

Ô geente…nesta hora vale a pena o choro, as horas de sono perdidas, nesta hora você pensa: Poxa! Eu vou dar o meu melhor hoje e sempre.


Recentemente, com ajuda dos amigos/leitores fui eleita a melhor blogueira de Camaçari, através de uma eleição no Instagram. Concorri com outras oito blogueiras da cidade e com a ajuda de todos que confiam no meu trabalho, venci! Com isso, vou ficar representando a loja Divitrine Bijuterias por um ano, recebendo novidades para compartilhar com quem acompanha o Tem dessas. Gente… isso é sensacional!

Lembro quando minha irmã viu o anúncio do concurso, me abusou tanto que eu me inscrevi, meio que com medo de perder feio… Na época eu era a que tinha menos seguidores no Instagram, e confesso a vocês que prefiro trabalhar no Facebook (sou jornalista especialista em mídias digitais).

Mas arrisquei mesmo assim. Para minha surpresa, muitos amigos se empenharam, convidaram amigos e tchanraaan: VENCI! Foi sensacional. Isso só me motivou a estudar mais e buscar fazer o meu trabalho cada vez melhor. Essa foi a primeira conquista grande. Que venham mais!

Se você ainda não conhece o nosso trabalho, fique à vontade, é só procurar “Tem dessas” nas redes sociais e encontrará o macaquinho mais simpático do mundo digital (sem modéstia hoje tá?) rsrsrs.

Comentários

comments