Croniquinhas da Aline

Sobre Elkes, Baladas e Perfumes

 

Sexta à noite. Roupa bonita, uma make marcante, um perfume idem e vamos badalar com o boy! Era uma dessas baladas a céu aberto, gratuitas e com muita (eu disse muita) gente phyna, elegante e sincera.

Já havíamos ido a essa baladinha, que acontece mensalmente, sempre na última sexta-feira do mês. Me arrumei como costumeiramente, claro que sempre me acho o último Oreo do pacote quando vou sair – e se você não se sente assim, maravilhosa ao sair de casa, deveria rever seus conceitos! Madame Aline da balada arrasadora aconselha: sempre se considere a master, bluster, plus, advantage, aonde quer que você vá! Ao chegar no recinto, toda a autoconfiança que havia ao sair de casa, por um breve momento, viu-se abalada. Gente, pense num local com mulheres LINDAS e homens idem? Apois, era lá. Durante esse lapso de fé abalada, me senti o parasitadococôdocachorrodobandido. A balada, antes com gente phyna, elegante e sincera, estava com esse título elevado à décima potência. Parecia que as meninas haviam evoluído na pegada sayajin, porém os cabelos dourados eram transferidos para makes baphônicas e roupas exuberantes. E os perfumes? Tive a impressão de que era a mesma pessoa passando por mim o tempo inteiro.

Comentamos como as pessoas estavam exagerando em tudo: fashionistas, perfume caro e make marcante. Eram Elkes Maravilhas do mundo real. Eram mulheres imprimindo uma personalidade imponente, independente, exuberante. Mulheres com papo-cabeça e (des) equilibradas. E a impressão que tive (aí o momento parasitadococôdocachorrodobandido se esvaiu) foi de pessoas se escondendo atrás de um personagem, tal qual era a própria Elke (que na verdade era tímida e por trás de tanta maquiagem, havia uma sensibilidade incrível).

É bacana sentir-se linda, exuberante, maravilhosa! Quem não gosta de atrair atenção para algo bonito? O que não devemos é nos esconder atrás de uma roupa bacana ou maquiagem perfeita. Acabamos por cair na mesmice, nos igualamos aos outros e não exalamos o perfume da nossa personalidade única, pois essa sim , é MARCANTE.

Aloha, amigos!

Comentários

comments